Quem te ensinou a ser livre?

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO APRESENTADO POR YSL BEAUTÉ

Ousada, destemida ou rebelde: apenas diferentes maneiras de descrever aquelas que são livres. Liberdade essa que não nos é ensinada de um dia para o outro, mas transmitida dia a dia pelas nossas mães – ou outras figuras que ocupam esse lugar –, através da maneira como elas mesmas escolhem viver.

Para Marina Ruy Barbosa, parceira da marca no Brasil, essa troca com Gioconda, sua mãe, acontece diariamente. “Uma das principais lições que recebo dela é o exercício da gentileza e da empatia, da importância de respeitar o próximo e se colocar no lugar do outro”, conta em entrevista à ELLE. A atriz compartilha ainda que essa relação foi tomando novos contornos com a maturidade. “Ela sempre será, acima de tudo, minha mãe. Mas o tempo a transformou em minha melhor amiga, minha confidente, minha cúmplice e meu exemplo. Somos próximas porque queremos ser, não porque temos o laço familiar”, completa.

É essa construção, compartilhada por aqueles que nos fazem ser quem somos, que é celebrada pela YSL Beauté neste dia das mães. Independente de quais foram os ensinamentos passados por eles, todos nos levam a sermos nós mesmos e, portanto, livres.

Não importa quem você seja,
Minha mãe, meu pai, meu tio, minha avó, meu irmão, meu amigo,
meu professor, meu mentor…
É graças a você que eu sou quem eu sou.

Você me fez um líder de transformação,
Você me fez ousado,
Você me fez destemido,
Você me fez rebelde,
Você me fez confiante,
Você me fez romper barreiras,
Você me fez livre.

Você. Me. Fez.
Eu te amo por isso.

– YSL BEAUTÉ

Se essa liberdade tivesse um cheiro, com certeza seria de Libre. Não à toa, é essa a fragrância escolhida pela maison para comemorar essa data tão especial. Feita para mulheres que jogam de acordo com suas próprias regras e não têm medo de viver e experienciar o mundo por completo, ela possui uma combinação poderosa de ingredientes florais e refrescantes: coração de lavanda diva, lavandina, flor de baunilha e flor de laranjeira, todos vindos da região entre a França e o Marrocos.

Ela vem também com um toque de fougère, estilo clássico usado em fragrâncias masculinas que contém lavanda – essa quebra dos estereótipos de gênero remonta à reformulação do smoking para mulheres, feita por Yves Saint Laurent na década de 1960. Aqui, tudo conversa com a ideia de explorar limites e romper fronteiras. Afinal, liberdade e intensidade também são os pilares da marca.

O frasco, claro, segue esse mesmo conceito: é forte, elegante e ousado. O logo Cassandra, da Yves Saint Laurent, um dos mais icônicos da marca e que contém apenas as siglas YSL, abraça o vidro na horizontal. A tampa preta inclinada lembra a assimetria sexy das peças de alta-costura e a base em dourado remete às correntes de ouro que envolvem os pescoços.

Ainda que não seja possível conter toda a liberdade que nossas mães nos ensinaram em um único frasco, é possível encher os pulmões dela com Libre – e aí, sim, gritar para o mundo tudo aquilo que somos por causa delas.